jazyk portugalština   jazyk čeština   jazyk němčina   jazyk němčina   jazyk polština   jazyk italština   jazyk španělština   jazyk němčina   jazyk angličtina

O que fotografar quando não podemos ir passear e precisamos ficar em casa?

Detalhes de plantas e flores em contraluz

A contraluz é facilmente obtida colocando a planta no peitoril da janela. Ou quando nos sentamos na banheira e fotografamos contra a janela do telhado 🙂

Como vocês podem ver na foto acima, neste caso, o sol brilhava direto na planta no vaso. Isto detalhou lindamente a estrutura da folha e esta foto foi tirada.

A minha câmara foi ajustada para ISO 160, abertura de 7,1 e tempo de 1/125. A distância focal foi de 105 mm.

Para imagens semelhantes, recomendo tirar fotos perpendicularmente à folha e com um número de abertura um pouco maior. Graças a isto, o desenho da folha está nítido em toda a foto. Se eu fotografasse no ângulo, certamente uma parte da folha ficaria desfocada.

Exatamente o mesmo procedimento, apenas uma pequena diferença. Desta vez não havia luz solar direta na orquídea (em suas flores).

Basta encontrar uma janela na qual o sol não está a bater direto e vocês podem tirar fotos. Utilizei a correção de exposição definida com valores positivos para tirar esta foto High-Key. Tempo de exposição 1/200 s, abertura F = 2,8 e ISO 1600. Distância focal 105 mm.

A técnica High-Key é adequada para tirar fotos de flores de cor clara e retratos de jovens. Simplificando, se trata de fotos bastante claras nas quais são permitidas superexposições 🙂

É completamente possível tirar boas fotos com o telemóvel, basta seguir o procedimento descrito acima. Ter uma flor na sombra no parapeito da janela, usando a correção de exposição dizer para a câmara ou para o telemóvel que desejam tirar uma foto muito clara e fotografar. O fundo então ficará perfeitamente branco, porque há muito mais luz lá fora do que na sala na qual estamos a fotografar (mas claro que não devemos tirar fotos à noite 🙂

Fruta voadora

Que fruta especificamente? Isso não importa tanto. Basicamente, depende do tamanho do copo e do quanto vocês querem enxugar a água derramada. Os rapazes queriam fotografar primeiro um pomelo e depois uma toranja. Felizmente, só tínhamos morangos em casa (além disso, congelados, então eles não podiam comê-los durante a sessão de fotos).

Vamos primeiro ver como construímos a cena.

O mais importante na cena inteira foi o Filip que estava a jogar os morangos no copo. Não foi tão fácil acertar 🙂

Prendi um papel branco no balcão da cozinha com fita adesiva. Para facilmente ter um fundo branco limpo. Obviamente, vocês também podem usar papel colorido para deixar a foto ainda mais interessante.

Como estamos a fotografar um movimento e queremos capturá-lo nitidamente, temos que fotografar com tempos muito curtos. E isso só é possível quando há luz suficiente. Por isso iluminei um pouco a cena com uma lâmpada. Eu recomendo colocá-la atrás do copo no fundo. Caso contrário, o copo teria os reflexos desagradáveis da lâmpada.

E essas lentes à esquerda e à direita não são acidentais. Vocês também podem ter qualquer coisa preta lá. Por exemplo, um papelão preto enrolado. Para mim, essa foi a solução mais rápida.

E por que eu as tenho lá? Porque a cor preta reflete na borda do copo e esse graças a isso, é muito mais visível na foto. Vejam:

Se o copo não tivesse bordas pretas (reflexos das lentes pretas), ele ficaria perdido na foto. É exatamente assim que vocês podem fotografar qualquer vidro num fundo claro. Experimentem agora 🙂

O tempo de 1/800 s estava na foto acima e abaixo deste texto, abertura F = 3,5 e ISO 2000. A distância focal é de 60 mm, mas isso não é tão importante. Se vocês não têm uma lente com boa luminosidade ou não podem usar um ISO tão alto, basta fotografar em algum lugar com mais luz. Só que, então, vocês provavelmente terão que enxugar a água com mais frequência, que com certeza irá se espalhar por todos os lados. Isso pode ser visto também na próxima foto.

Vou vos dar outra dica para tirar fotos. Fotografem com os dois olhos abertos. Com um olho, vocês podem verificar facilmente a composição através do visor para ver se vocês têm o copo na foto e com o outro vocês podem ver quando o teu assistente está a deixar cair o morango. Eu disse a ele 3, 2, 1, agora, mas vocês sabem como é …

Vocês logo descobrirão que primeiro precisam focar, depois segurar o gatilho até a metade, e só depois dar o comando ao assistente e soltar imediatamente o gatilho quando o morango for solto. Se esperarmos um pouco para ver o morango no visor, será tarde demais.

O movimento é muito rápido e o disparo contínuo não nos ajudará desta vez.

E para motivar todos os fotógrafos, mesmo aqueles que não têm uma câmara reflex, pensei: “Isso deve funcionar também com o telemóvel.”

E funcionou mesmo. Peguei meu iPhone 11 Pro e pedi para o Filip fazer mais algumas tentativas. Para falar precisamente, muitas tentativas a mais. Com o telemóvel é necessário ter sorte. É preciso ter paciência até que alguma foto fique tão boa quanto essa abaixo.

Se eu quisesse que o morango ficasse nítido, eu definitivamente teria que ir a algum lugar com mais luz.

Gotas de água (ou de leite)

Exatamente o mesmo procedimento que escrevi para tirar fotos de frutas em voo, vocês podem optar por fotografar gotas. Teu assistente irá apenas segurar o conta-gotas e pingar em vez de frutas. Ou vocês podem deixar tua torneira pingar.

Dessa vez, fomos para o chão na a janela francesa, onde havia mais luz. Em uma garrafa vazia de colírio, coloquei leite e a dei para o Filip e seu trabalho era pingar no café.

O objetivo era fotografar uma gota branca contrastante no café preto (portanto, não houve muitas tentativas, logicamente o café após um certo número de gotas não é mais preto 🙂 A câmara foi configurada com o tempo de 1/2500 s, abertura F = 2,8 e ISO = 3200.

O procedimento é realmente o mesmo que para as frutas, mas é preciso um pouco mais de paciência.

Se eu fotografasse a cena novamente, procederia de maneira diferente. Em vez dessa perspectiva de cima, eu fotografaria o copo de lado, exatamente como eu fiz com as frutas. Eu o encheria de café até a borda e fotografaria gotas enquanto se espalhavam sobre o copo. Desse jeito seria muito mais fácil de focar do que assim. E eu escolheria um fundo preto. Isso deixaria o leite ainda mais destacado.

E então, que tal tentar (novamente da mesma maneira) tirar fotos de, por exemplo, vinho a ser servido? Ou dessa vez jogar gelo no café ou amora no creme? 🙂

Então, vamos a isso, peguem a câmara e vamos fotografar.

Me deixem saber o quanto vocês gostaram do artigo e compartilhem com o botão abaixo.

Para que teus amigos também possam lê-lo 🙂

Komentáře

Přidat komentář

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Vaše osobní údaje budou použity pouze pro účely zpracování tohoto komentáře.